Você sabe qual é a pior forma de avaliar sites? 

É se atentar apenas para o visual, o design de suas páginas. Um site deve preencher outros requisitos além de ser visualmente atrativo; requisitos estes que vão torná-lo especiais para os seus usuários.

Aquela prática de chamar um amigo ou conhecido para dar uma opinião sobre o layout do seu site é furada. Afinal, ele terá suas próprias preferências e gostos e, se não for uma pessoa especialista no assunto, poderá dar uma avaliação pautada apenas em achismo. 

Portanto, se você está no processo de criação do seu negócio na internet e precisa de ajuda para chegar à conclusão sobre um site ser bom ou não, esse post é para você. Descubra quais são os 4 elementos fundamentais que você deve avaliar em um site como um verdadeiro empresário. 

 

1. Design

Sobre o que estamos falando quando falamos de design? Quero esclarecer a você que design não é arte. Esses dois elementos são coisas totalmente diferentes. O design que deve ser avaliado em um site tem a ver com os seguintes pontos: 

 

Web Design

Os conceitos do design aplicados para a web são conhecidos como web design. Tipografia, teoria das cores, diagramação, gestalt, entre outros elementos, são utilizados para construir páginas que transmitam os objetivos de comunicação aos seus usuários. Faça a seguinte análise: o seu site está alinhado com valores do seu negócio e com as suas metas? 

 

Usabilidade 

Outra característica desenvolvida por um web designer é a usabilidade do site. Aqui, a ideia é avaliar sites para constatar se eles facilitam ou dificultam o próprio uso por parte dos usuários. Se a sua audiência acessar a sua página, ela vai saber de cara sobre o que se trata o seu site? Isso, entre outros inúmeros pontos, devem ser avaliados no quesito usabilidade. Veja outros pontos que não podem ficam de fora da sua avaliação:

  • Navegação intuitiva e fácil 
  • Estrutura do site bem arquitetada e de fácil assimilação 
  • Conteúdo objetivo e com linguagem simples
  • Página de informações sobre empresa deve ter um fácil acesso 
  • Layout limpo e com blocos de informações organizadas

 

Foco em conversão

Se o seu objetivo é vender com o site, é importante que ele esteja focado em conversão. E o design também pode ajudar nisso, já que um ponto essencial para atingir essa meta, por exemplo, é a usabilidade das suas páginas. Além disso,  sua comunicação deve ser clara e objetiva, de modo que o visual dê peso para as principais palavras-chave do seu texto. 

Interatividade também é um elemento que auxilia na taxa de conversão. Se puder, insira vídeos, áudios,  infográficos e outros conteúdos interativos que chamem a atenção da sua audiência. Veja se o design do seu site está trabalhando para que o seu usuário realize a ação desejada. 

São essas as características nas quais você deve prestar atenção ao avaliar sites e não a partir das suas preferências ou de um conceito de arte. O site pode até não estar muito profissional, mas é a partir desses pontos que você deve avaliá-lo e não a partir de um opinião pessoal, ok? 

 

2. Coerência com o objetivo mestre

Se você pudesse colocar apenas uma informação sobre o seu negócio na página principal do seu site, qual seria ela? Esse elemento é o que chamamos de objetivo mestre: quando você define um objetivo único para a sua página inicial. 

Você quer que seus usuários se cadastrem? Você quer que eles visualizem seus planos de assinatura? Tenha certeza de que todos os elementos na sua página estão incentivando o usuário a percorrer esse caminho até atingir o objetivo necessário. 

Não é só colocar as informações corretas: elas devem estar do jeito certo e no lugar certo, de modo a levar a sua audiência a percorrer o caminho que o leve até o objetivo mestre. Não dá para colocar um site em inglês para o público que é brasileiro, certo? Portanto, o seu conteúdo e design deve estar coerente com o seu objetivo mestre e com a sua persona.

O seu site não precisa estar extremamente profissional, mas ele também não pode passar uma imagem amadora. Ele pode ter um visual simples desde que as informações nele contidas estejam organizadas e voltadas para o seu público. 

 

3. Resultados

Se alguém te diz que o seu site está feio, horrível, que o layout não é de seu agrado e que é preciso alterar o visual, o que você faz? 

Avaliar sites que já estão no ar implica em analisar um ponto extremamente importante: resultados. Pode ser que o site seja feio e pouco responsivo, de fato, mas se ele está trazendo resultados, se ele está vendendo, ele não deve estar bonito. Afinal, ele já está cumprindo seu principal objetivo: trazer lucro para a sua empresa. 

Portanto, a principal métrica que você deve visualizar na avaliação de um site é se ele está gerando resultado ou não. Perto disso, pouco importa se o design e layout estão horríveis e não são do seu agrado. Combinado? 

 

4. Resultados potenciais

Saber quanto o seu site está vendendo é importante para entender se você deve ou não alterar o visual do seu site. Você sabe qual é o seu potencial resultado, ou seja, quanto você poderia estar ganhando por dia com o seu site? 

Se você está acima da margem estipulada de vendas diárias, ótimo! Não é necessário mexer em nada na sua página. Mas se a sua situação é o contrário, se você está vendendo abaixo do seu resultado potencial, é hora de fazer algumas mudanças para otimizar o seu site e fazê-lo entregar os resultados desejados. 

Essas mudanças devem ser feitas de modo profissional. Uma ferramenta que pode ajudar nessa tarefa é a Optimizely, que cria um ambiente profissional de testes A/B para que você consiga definir quais são os elementos da sua página que trazem mais conversão. 

A Optimizely permite que você teste as suas hipóteses para ver se elas são coerentes ou não. Imagine que você queira testar o local em que um botão de vendas deve ficar na sua página. Será que ele deve ficar na primeira seção do seu site ou para ser visualizado o seu usuário deverá dar um scroll na página? Você vai testar o botão nesses dois lugares para ter certeza da resposta para esse questionamento. 

Assim, nenhuma decisão de mudança no seu site vai ser tomada com base em preferências ou achismos, mas sim em hipóteses testadas e comprovadas, que entregam um resultado final para que você possa implementá-lo e aumentar as suas vendas ou conversões. 

Conclusão: como avaliar sites?

Já conseguiu ver que avaliar sites é coisa séria, né? Não é simplesmente avaliar o trabalho de um web designer, mas avaliar um negócio. O site pode ser bonito ou feio de acordo com o seu gosto pessoal, mas o importante mesmo é avaliar os pontos cruciais para um site vender bem. Ao olhar essas quatro camadas que indiquei aqui, você com certeza vai elevar os resultados do site em questão. 

E um dos motivos para ter um site bem avaliado é que ele é pode ser a porta de entrada para a geração de vendas do seu produto ou serviço. Para quem anuncia no Google, por exemplo, é importantíssimo ter um site que ajude o usuário a entender mais sobre a sua empresa e a encontrar o que você tem a oferecer de forma prática. Se você quiser saber como vender no Google, clique aqui.

Quais são as suas maiores dúvidas com relação à avaliação de sites? Deixe o seu comentário! 

Abraços, até a próxima! 

Assista a uma aula completa sobre como avaliar sites do ponto de vista de um empresário: 


Adriano Gianini
Adriano Gianini

Adriano Gianini é Consultor, Professor, Palestrante e Especialista em Marketing Digital há 10 anos. É também especialista em Tráfego e Conversão, Google Ads, Facebook Ads, Inbound Marketing, Métricas, BI e Negócios.

    2 replies to "4 camadas para avaliar sites como empresário"

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.