Se você ouviu o termo “Google Ads” ou “Google Adwords” pela primeira vez agora há pouco e quer entender como essa ferramenta funciona, chegou ao lugar certo. De forma resumida, é isso o que eu tenho a te dizer sobre como funciona o Google Ads: 

O Google Ads, que é o nome atualizado do Google Adwords, é uma ferramenta que possibilita que você pague ao Google para que a sua empresa chegue até às pessoas que estão interessadas no que você tem para oferecer. 

Complicado? Bom, vamos para um exemplo prático então. 

 

Entendendo o Google Ads

Você provavelmente já usou o Google alguma vez na vida para fazer uma pesquisa. Seja para descobrir os ingredientes de uma receita, para visualizar um modo de preparo, para consultar uma data de nascimento ou idade de alguma celebridade, para consultar o tempo de trajeto até determinado local…

O Google é a ferramenta mais popular para quem deseja procurar por alguma informação rápida na internet. Principalmente para quem deseja consultar preços ou visualizar produtos e serviços. 

Durante uma pesquisa qualquer no Google, você já deve ter se deparado com alguns anúncios. Eles são fáceis de identificar, pois estão localizados entre os três primeiros resultados da página de resultados e possuem uma identificação de anúncio. 

Tá, mas e como funciona o Google Ads?

O Google Ads é a ferramenta usada por anunciantes para criar estes anúncios. É a ferramenta que possibilita que empresas e negócios anunciem seus produtos ou serviços para um público que esteja buscando por tais produtos e serviços — lembre-se que eu falei anteriormente que o Google é a ferramenta de pesquisa mais utilizada no mundo. 

Imagine a quantidade de pessoas que você pode impactar com um anúncio.

 

E como usar o Google Ads?

Provavelmente você tem um milhão de dúvidas na cabeça agora.

“Adriano, mas como é que eu faço para saber se o meu cliente está interessado no que eu tenho a oferecer?”

“O Google entrega o meu anúncio para possíveis clientes? Como isso acontece?”

“É caro anunciar?”

“Como é que funciona esse tal de Google Ads?”

Vou responder à todas estas perguntas ao longo deste artigo. Vem comigo descobrir mais sobre essa ferramenta que pode aumentar o número de vendas da sua empresa. 

 

1. Conhecendo o seu público

Antes de começar a anunciar no Google, é preciso saber se os seus possíveis clientes estão procurando pelo seu produto. Pensa aqui comigo: não adianta anunciar um palito de fósforo usado no Google se ninguém está procurando por isso, certo? Dessa forma, você só perderá dinheiro. 

Imagine que você vende iPhone 7. Milhares de pessoas buscam, todos os dias, esse termo no Google. Agora, precisamos fazer um exercício aqui: o que uma pessoa que busca o termo “iPhone 7” no Google está buscando de fato? 

Algumas hipóteses: 

  • O usuário pode estar procurando saber o que é um iPhone 7. 
  • O usuário pode estar procurando saber informações técnicas sobre o iPhone 7.
  • O usuário pode estar procurando saber o preço de um iPhone 7.
  • O usuário pode querer comprar um iPhone 7. 

Agora, imagine que essa mesma pessoa buscou o termo “iPhone 7 preço”. As intenções dela estão bem mais claras, certo? É bem provável que esse usuário queira comprar um aparelho. Nesse caso, se você é um vendedor de iPhone 7, pode compensar criar um anúncio para impactar usuários que façam busca por esse termo — ou palavra-chave, como nós, anunciantes, costumamos chamar.

 

Apostando em palavras-chave

Buscar por “iPhone 7 preço” no Google é diferente de buscar por “Qual é o melhor smartphone?”, por exemplo. Anunciar a venda de iPhone para essa última palavra-chave pode nãos er uma boa ideia. Afinal, as intenções de busca são diferentes. 

Neste último exemplo, é possível que o usuário esteja querendo visualizar um comparativo de celulares ou apenas ver opiniões a respeito de smartphones que estão em alta no momento. Nesse caso, se ele ainda não possui uma intenção de compra, ele não clicará no seu anúncio. E você também perderá dinheiro. 

Nesse contexto, o Google Ads funciona da seguinte forma: todas as vezes que você encontrar uma palavra, termo ou palavra-chave (é tudo a mesma coisa) que represente um possível interesse de usuários no que a sua empresa tem para oferecer, você pode criar um anúncio e direcioná-lo para essa palavra-chave. 

Exatamente como no exemplo do iPhone, que mencionei acima. Se você desejar anunciar para a palavra-chave “iPhone preço”, você pode. E também pode anunciar para outras palavras relacionadas e que você julgar relevantes para o seu negócio, como por exemplo: 

  • iPhone 7 preto preço 
  • iPhone 7 prata preço 
  • iPhone 7 preço 
  • iPhone 7

Assim, os seus anúncios serão mostrados para as pessoas que buscam por esses termos, o que aumentam as chances de você impactar apenas as pessoas que realmente estão minimamente interessadas no seu produto ou serviço e que podem possuir intenção de compra. 

 

Minhas recomendações a você

Vale lembrar que é possível entender rapidamente como funciona o Google Ads, mas ninguém acerta de primeira. Com o tempo, você vai melhorar a qualidade das usas palavras-chave, descobrir aquelas que realmente geram cliques nos seus anúncios, outras que não fazem tanto sentido para o seu negócio e por aí vai. A ideia é testar, ver o que funciona e otimizar os seus resultados com o aprendizado conquistado durante a criação de uma campanha de anúncios. 

É importante que você saiba que a forma de anunciar que eu expliquei acima é apenas uma das possibilidade de anúncio oferecidas pelo Google Ads. Exibir anúncios na página do Google é uma das estratégias que você pode escolher e ela funciona da forma que expliquei acima. Relembrando: 

  • Faça um mapeamento das palavras-chave relevantes para o seu produto/serviço/local e identifique aquelas que são buscadas pelo seu público.
  • Crie anúncios no Google Ads para que eles apareçam na rede de pesquisa apenas para os usuários que buscarem por essas palavras-chave.

Leitura complementar: Tudo sobre pesquisa de palavras-chave 

 

2. Onde anunciar

Quando você anuncia no Google Ads, você escolhe em qual rede deseja anunciar. Os formatos podem variar de acordo com a rede escolhida. Veja quais são as opções disponíveis a seguir. 

Rede de pesquisa

As páginas de pesquisa do Google, onde o usuário faz uma busca por determinado termo ou palavra-chave, também são chamadas de Rede de Pesquisa. 

Ou seja, ao determinar que o seu anúncio deve aparecer na rede de pesquisa, ele competirá com outros anúncios para aparecer como um dos primeiros resultados, como indicado na imagem abaixo. 

como funciona o google ads

Apesar de ser um dos melhores canais para se anunciar, por ser uma rede pró-ativa, a rede de pesquisa não é o único lugar disponível para colocar seus anúncios. Você também pode anunciar nos seguintes canais: 

 

Rede de Display

E se o seu público estiver interessado no seu produto ou serviço, mas não estiver buscando por ele no Google? 

Essa é uma ótima pergunta.

Se elas não estão pesquisando, mas são possíveis compradores, significa que elas não estão lá no Google. Para impacta-las, você pode usar a rede de display. 

A rede de display, por exemplo, disponibiliza o seu anúncio dentro de sites parceiros. 

Imagine um portal de notícias. Sabe quando você está lendo uma reportagem e, no meio do texto, aparece um anúncio? Ou quando você vê um anúncio estático no YouTube? É exatamente nesses locais que a sua propaganda vai aparecer caso você decida anunciar por meio da rede de display. 

Vale lembrar que existem sites que possuem seus próprios sistemas de anúncios. Mas também existem aqueles que são parceiros do Google e que disponibilizam espaço dentro de seus domínios para os anúncios gerados dentro do Google Ads. 

Você pode chegar à conclusão de que o seu público não pesquisa por palavras-chave relacionadas ao seu produto ou serviço. Mas pode descobrir que eles acessam massivamente determinado site. Portanto, usar a rede de display para anunciar no tal site seria o ideal para atingir o seu público, gerar cliques e conversões. 

Para ver outros canais de anúncio disponíveis e como funciona o Google Ads com mais detalhes, clique aqui

 

3. Como funciona o Google Ads

De forma resumida, não é difícil entender como funciona o Google Ads. A ferramenta permite que você crie anúncios para: 

  1. pessoas que estão pesquisando pelo seu produto ou serviço; 
  2. pessoas que estão assistindo aos vídeos relacionados ao seu produto; 
  3. pessoas que estão acessando sites;
  4. pessoas que estão no Gmail; 
  5. muitas outras possibilidades. 

Estima-se que, por meio de todos os canais disponibilizados pelo Google, é possível atingir até 90% das pessoas que estão na internet. 

Portanto, pode ter certeza: se você quer anunciar para o seus clientes, o Google Ads é sem dúvidas  uma excelente ferramenta para trazer tráfego para o seu negócio online o negócio local. 

Leitura complementar: O que é, como funciona e quanto custa anunciar no Google Ads?

Assista ao vídeo abaixo, sobre como funciona o Google Ads.

 

 


Adriano Gianini
Adriano Gianini

Adriano Gianini é Consultor, Professor, Palestrante e Especialista em Marketing Digital há 10 anos. É também especialista em Tráfego e Conversão, Google Ads, Facebook Ads, InBound Marketing, Métricas, BI e Negócios. Formado em Web Design e Programação e Pós Graduado em Comunicação Digital, Web Jornalismo e Novas Mídias, possui todas as certificações Google em Google Ads e Google Analytics. Como consultor atende empresas de médio e pequeno porte, no Brasil e nos EUA, reduzindo o custo de aquisição e escalando os resultados em contas com grandes investimentos em tráfego.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.