COMO MELHORAR O DESEMPENHO DOS SEUS ANÚNCIOS NO GOOGLE ADS

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no tumblr

Como fazer um bom anúncio no Google? Será que é possível melhorar as performances das suas campanhas já criadas?

O Google é uma plataforma bastante disputada. Empresas de todos os portes anunciam, pois já sabem o potencial de alcance do buscador. Sendo assim, é muito provável que, independente do mercado que atua, existam concorrentes anunciando. Portanto, é fundamental criar um bom anúncio para conseguir atrair o seu público-alvo.

Quando seu anúncio consegue conquistar olhares dos usuários, é natural que consiga um alto número de cliques. Este é o primeiro passo para conversão. Se não há clique, não há orçamento, não há contato e não há venda.

Se você já anuncia no buscador, muito provavelmente já se questionou: como deixar meu anúncio na primeira página do Google? Para criar uma publicidade efetiva, existem algumas estratégias que podem ser praticadas. Ao longo deste artigo, vou te mostrar algumas táticas para conseguir criar campanhas atrativas.

Mas, tão importante quanto criar bons anúncios, é otimizá-los após sua criação. Otimizações são melhorias que devem ser feitas com base em análises dos resultados das suas publicidades. Tais ajustes são capazes de impulsionar o que está funcionando e fazer com que você venda mais, gastando menos. Além disso, neste processo, conseguirá visualizar as campanhas que não estão desempenhando de forma desejada e pausa-las. Desta forma, economizará este investimento para aplicar no anúncio que está performando melhor.

As otimizações são embasadas em objetivos. Ou seja, é necessário saber exatamente o propósito da campanha. O que você desejou ao criá-la: impressões, cliques ou conversões? Somente tendo ciência desse objetivo é que você consegue mensurar os resultados. Se não souber o que esperar do anúncio, como saber se ele deu certo?

Está preparado para aprender a criar e otimizar anúncios e campanhas para que eles performem bem no Google Ads?

IMPORTÂNCIA DE DEFINIR UM OBJETIVO

Dentre as principais definições para a criação e otimização de campanhas, está a escolha de um objetivo. Ele desempenha um papel de guia, algo a ser almejado desde o início. Por exemplo, se você deseja tornar a sua marca mais conhecida, todas as suas estratégias serão pensadas e direcionadas a esta finalidade.

Esta definição é o primeiro passo para criar um bom anúndio no Google.

Além disto, é através desse objetivo que você conseguirá mensurar os resultados e saber quais métricas são relevantes para aquele determinado objetivo. Isto é primordial para quem quer conversões. Se não há mensuração, você não conseguirá avaliar se as suas ações estão indo para o caminho certo. Consequentemente, perderá rentabilidade e produtividade.

Essas mensurações são possíveis graças ao pixel de conversão. Se trata de um código que precisa ser instalado nas páginas do seu site. Existem várias maneiras de se fazer isso.

Se você quer entender mais sobre pixel de conversão, tenho um conteúdo bastante esclarecedor no meu canal do YouTube:

PIXEL DE CONVERSÃO DO GOOGLE ADS: TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER

CONHEÇA AS MÉTRICAS PARA CADA OBJETIVO

Veja abaixo as diferentes métricas para os possíveis objetivos das suas campanhas:

1. CPM (Custo por mil)

É uma estratégia de lance para quem busca tornar a marca mais conhecida ou fazer branding. Neste caso, você paga cada vez que o seu anúncio tiver mil impressões. Para deixar mais claro, impressões são visualizações e não necessariamente cliques.

Uma estratégia importante para alcançar bons resultados com o CPM é a escolha do canal: Rede de Pesquisa, Rede de Display e YouTube. Para escolher a melhor opção, você precisa refletir em qual ou quais deles estão seu público-alvo. Além disso, é necessário saber a média de acesso por mês do canal escolhido, para que consiga mensurar os resultados.

2. CPC (Custo por clique)

Esta métrica mensura o valor que está pagando por clique. Aqui, já não vale mais as impressões, o usuário precisa clicar no seu anúncio para ser contabilizado. Quem opta por lances de CPC, não deseja apenas tornar sua marca mais conhecida, busca também por possíveis conversões.

Existem diversas formas de otimizações para essa métrica. Isso porque o Google leva em consideração a experiência do usuário de forma geral, e não somente o anúncio em si.

Para medir essa experiência, existe o Índice de Qualidade do Google, que engloba diferentes itens que compõe a sua campanha:

  • CTR (taxa de cliques)
  • Relevância do anúncio
  • Página de destino          

3. Estratégia de Conversão

Para esta estratégia, o que conta mesmo é a conversão. Conversão não é obrigatoriamente uma venda, pode ser também um orçamento, uma ligação, um lead e por aí vai. Quando escolhe essa estratégia, após 15 vendas, o Google indica migrar para o lance CPA (custo por aquisição).

Para quem é iniciante, não indico essa opção, pois requer inteligência (Machine Learning) e a sua conta ainda não possui.

Leia este artigo e entenda melhor sobre Machine Learning no Google Ads.

O QUE UM BOM ANÚNCIO PRECISA TER?

Existem algumas configurações e estratégias que são pilares básicos para toda campanha eficiente, independente do objetivo. Veja a seguir:

  • Definição de objetivo para mensuração: como já citado e abordado nos tópicos anteriores, é necessário ter um propósito para conseguir identificar se seu anúncio está performando bem. 
  • Títulos e descrições chamativos com informações relevantes: é muito importante que você conheça o seu público-alvo, a ponto de criar uma comunicação atrativa. Lembre-se que o anúncio é a sua porta de entrada. Para que o usuário clique, ele precisa encontrar relevância. Sendo assim, utilizar gatilhos mentais é uma ótima estratégia para otimizar a parte escrita da sua campanha.
  • Manter um bom Índice de Qualidade: apesar de o Google trabalhar com leilão, não necessariamente quem paga mais terá seu anúncio nas primeiras posições. O Índice de Qualidade é um fator que pesa muito na hora de determinar o ranqueamento das publicidades. Quanto menor for o seu Índice, menor é a chance de ter o seu anúncio nas primeiras páginas. Consequentemente, perde cliques e oportunidade de vendas. 
  • Extensões de anúncio: as extensões são complementos que você pode acrescentar ao seu anúncio. Elas aumentam a visibilidade, pois ocupam um espaço maior da página. Além disso, é um espaço para adicionar mais informações relevantes para convencer o usuário a clicar no seu link patrocinado. 
  • Segmentação: para que um anúncio performe bem, é necessário que toda a sua estrutura de campanha seja muito bem elaborada. Uma das principais configurações é a segmentação. Ou seja, o direcionamento da sua publicidade. Para quem você vai anunciar? Em qual região? Quais dias e horários? Para homens, para mulheres? E assim por diante. Definir as segmentações de forma coerente é essencial para gerar conversões.

DICAS PARA MELHORAR SUAS CAMPANHAS E SEUS ANÚNCIOS

No tópico acima, citei os principais pontos para ter uma campanha que performe bem. Mas, além dos itens abordados, existem alguns outros detalhes que serão mais um impulsionador para que os seus anúncios sejam eficientes.

  • Negativar palavras-chave: tão importante quanto saber quais palavras-chaves você quer que o seu anúncio apareça, é definir quais palavras você não quer. A palavra-chave negativa funciona como um bloqueador. Desta forma, impede que o seu anúncio seja exibido quando usuários pesquisarem pelas palavras negativadas. Isso serve para diminuir o tráfego irrelevante. Desta forma, evita cliques ou impressões que não geram conversões.
  • Investir mensalmente: o Marketing é uma construção. Se você não está disposto a investir mensalmente, estudar, mensurar e realizar testes, a sua empresa não terá os ganhos desejados. É necessário que separe uma verba mensal para suas campanhas. Lembre-se, até os resultados negativos servem de aprendizado. Então você não deve desistir diante de uma campanha que não performou. 
  • Analisar o concorrente: imagine que você crie uma campanha excelente, bem segmentada, mas a oferta do seu concorrente é muito melhor. Ele oferece frete grátis e este detalhe é muito importante para o seu público. Com esse gatilho mental, pode ser que o anúncio dele ganhe mais cliques que o seu. Por isso, nem sempre a campanha bem estruturada ganha a atenção dos consumidores. Existem outros pontos que precisam estar no radar. É preciso analisar a concorrência para entender o que está sendo oferecido. 
  • Testes: além das otimizações, é importante que você sempre crie novos anúncios para testar e comparar. Em algum desses testes, pode ser que acabe criando uma publicidade ainda mais assertiva. Indico que tenha pelo menos dois anúncios diferentes sendo veiculados.

O QUE PODE SER OTIMIZADO?

Mesmo quando você cria uma campanha muito bem estruturada, que tem um excelente desempenho, saiba que, em algum momento, ela vai parar de performar com a mesma potência. É por essa razão que as otimizações são tão importantes. É como fazer a manutenção da sua campanha para que ela continue trazendo resultados. E essa manutenção é constante.

Mas, o que pode ser otimizado? Existem diversos elementos que podem ser melhorados, vou citar alguns mais importantes:

  • Orçamento
  • Campanha
  • Grupo de anúncio
  • Palavras-chave
  • Site
  • Anúncios
  • Extensões de anúncios
  • Público-alvo
  • Local
  • Segmentações no geral

Além disso, você precisa refletir se vale ou não a pena otimizar uma campanha. O princípio é o seguinte:

  • Campanhas que estão performando muito bem:  estas devem ser otimizadas;
  • Campanhas que performam bem:  também merecem otimização;
  • Performances razoáveis: neste caso, depende de alguns fatores. Se você tiver verba suficiente, ou se tratar de um anúncio/palavra-chave muito importante para o seu negócio, pode otimizar; caso contrário não.

Anúncios em que a conversão está mais cara do que pode pagar ou que diminuem significativamente a sua margem de lucro comparada a outras, não devem ser otimizados.

CONCLUSÃO

Neste artigo apresentei os principais pontos e configurações para criar um anúncio com potencial de alcançar os primeiros resultados do Google. Além disso, ensinei que, mesmo quando a sua campanha estiver performando muito bem, é necessário realizar otimizações para ela mantenha o bom desempenho.

Se o seu anúncio não aparecer nos primeiros resultados de busca, as chances do seu potencial cliente te encontrar são reduzidas. Por isso que otimizar e entender como criar uma campanha eficaz, é tão importante. Quanto mais próximo do topo, mais cliques. Quanto mais cliques, mais chances de conversão.

A otimização é uma parte muito relevante da estratégia de Marketing Digital consistente. Existem diversos elementos que podem ser otimizados: orçamento, campanha, extensões de links e por aí vai. Ou seja, é necessário que você saiba analisar os seus resultados para guiar suas otimizações.

Antes de tudo, para que consiga entender o que está dando certo ou não, é necessário que você tenha um objetivo em mente. Á partir dele conseguirá mensurar suas ações e tomar decisões bem direcionadas e certeiras.

Espero que, depois desta leitura e deste aprendizado, você olhe para suas campanhas que estão veiculadas com um olhar mais analítico e passe a otimizá-las de forma correta. Caso necessário, crie novas campanhas e coloque em prática o que foi ensinado neste texto.

Caso ainda tenha alguma dúvida sobre o assunto abordado neste artigo, deixe sua pergunta nos comentários logo abaixo. Responderei em breve.

 

 

Adriano Gianini

Adriano Gianini

Adriano Gianini é um dos Maiores Especialistas e Produtores de Conteúdo sobre Google Ads no Brasil. Seu canal do YouTube oferece conteúdos gratuitos que têm ajudado milhares de pessoas a anunciarem no Google de forma inteligente. Acredita que Marketing é uma construção e que, por isso, toda empresa bem direcionada pode traçar uma estratégia de vendas campeã no Google.

Aprofunde seu conhecimento com os artigos abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mensagem enviada com sucesso!

Logo retornaremos o seu contato.