Uma dúvida muito comum de quem pretende ganhar dinheiro vendendo produtos ou serviços na internet é a seguinte: o Google Ads para afiliados funciona?

O Google Ads é uma ferramenta que permite a criação de anúncios para que você possa vender o seu produto ou serviço no Google. E quando eu falo Google, quero dizer que o seu anúncio pode aparecer nos seguintes locais: 

  • Rede de pesquisa, também chamada de buscador. 
  • Rede de display, que seleciona espaços para anúncios em sites, canais do YouTube e aplicativos parceiros do Google. 

Para entender mais sobre as redes de publicidade do Google, ou seja, em quais locais que você pode anunciar e qual é a melhor para o seu negócio, recomendo a leitura desse artigo

Mas a grande questão dos afiliados é que existem algumas limitações em suas atividades que podem fazer com que o Google Ads não seja aproveitado ao máximo para potencializar suas vendas. 

A seguir, vou falar sobre 2 pontos principais que vão te ajudar a responder à pergunta do título deste artigo. Venha descobrir se você, enquanto afiliado, pode usar o Google Ads para realizar vendas online. 

Google Ads para afiliados: funciona?

O Google Ads é uma ferramenta que permite a criação de anúncios que serão veiculados em espaços do Google. Com esses anúncios, é possível vender o produto ou serviço da sua empresa. 

Apenas essa definição do principal objetivo da ferramenta já responde à pergunta: o Google Ads para afiliados funciona? Um exemplo que eu sempre costumo dar é o seguinte: não existe um Google Ads para engenheiros. E nem para dentistas. Portanto, não existe um Google Ads para afiliados.

O que existe é uma única ferramenta em que é possível anunciar o seu produto ou serviço para vendê-lo na internet. Simples. 

Portanto, se você é afiliado e possui um produto ou serviço que possa ser vendido no Google, a resposta é: sim, o Google Ads para afiliados pode funcionar. Afinal, ele existe para isso. Para que você possa anunciar e vender.

Antes de anunciar, o que você realmente deveria se perguntar é o seguinte: 

  • Existe alguém que está usando o Google para pesquisa o produto ou serviço que eu tenho para vender? 
  • Existem pessoas interessadas em comprar esse produto ou serviço? 
  • O que você vende pode ser anunciado no Google?

As suas respostas para as perguntas acima foram positivas? Sendo afiliado ou não, você pode e deve anunciar no Google Ads.

Porém, o mercado de afiliados possui algumas peculiaridades que podem colocar em risco os seus resultados com anúncios no Google Ads. Algumas exigências dessa forma de trabalho podem não ser ideias para anunciar por meio da ferramenta — e, nesses casos, insistir em anunciar seria como jogar dinheiro fora. 

A seguir, vou dizer a você quando o Google Ads para afiliados pode ser um problema e apenas um jeito de jogar dinheiro fora. 

1. Vender produtos reprovados pelas políticas do Google

O Google Ads possui uma política que deve ser consultada por afiliados antes de investirem na ferramenta. Essa política define, entre outras coisas, quais produtos e serviços não podem ser anunciado por meio da plataforma. 

E o que faz o Google barrar um produto ou serviço no Ads? Quando a oferta é boa demais para ser verdade. Nesses casos, o Google considerar o anúncio como conteúdo enganoso. Vou explicar melhor. 

Um exemplo comum que ilustra a política de conteúdo enganoso é a de produtos, remédios ou métodos que prometem o emagrecimento rápido. Imagine um anúncio com a seguinte descrição: 

Emagreça dez quilos em até uma semana”. 

É possível uma pessoa emagrecer dez quilos em uma semana? Sim. É possível com uma dieta extraordinária, com uma metodologia prometida, arrancando membros do seu corpo para subtrair a sua massa corporal… Existem vários caminhos para perder 10 kg em até uma semana.

Mas é provável que isso aconteça com o auxílio de um produto ou dieta? Não. Existe uma margem de erro que não permite que essa afirmação seja feita sem parecer um conteúdo enganoso. 

O que é um conteúdo enganoso?

No mercado de afiliados existem muitos produtos que trabalham em cima dessa premissa. É muito comum ouvir afiliados usando a palavra método para vender um produto ou serviço, por exemplo. 

Mas as perguntas que ficam após ler determinados anúncios são as seguintes: quem criou esse método? Em quantas mil pessoas ele foi testado? Qual é a amostragem do teste? Qual é o resultado desse teste? Qual foi o índice de sucesso para essa amostragem? Houve uma auditoria? Onde o teste está documentado? 

É pela falta de resposta para essas perguntas que o seu conteúdo pode ser considerado enganoso. E para esses produtos ou serviço o Google tem uma política rigorosa. 

Portanto, se você não passa transparência com o seu produto, não recomendo usar o Google Ads para criar anúncios e vender na internet. Uma publicidade precisa ser transparente. Ela precisa gerar valor para a pessoa que está sendo impactada. 

É honesto dizer que uma pessoa vai emagrecer dez quilos em uma semana? 

A lição é: toda vez que uma oferta aparentar ser boa demais para ser verdade, o conteúdo vai ser considerado como enganoso no Google Ads. Se esse é o seu nicho, não vale a pena tentar usar a ferramenta. 

2. Não ter um site próprio

Um outro ponto que pode dificultar a vida de um afiliado dentro do Google Ads é o fato de não ter um site próprio. 

Afiliados geralmente vendem produtos e serviços de outra pessoa. E, para fazer isso, precisam indicar o site oficial do produtor em seus anúncios. 

No Google Ads, para criar campanhas de alta performance e, principalmente, para escalar os resultados dos anúncios, ter um site é fundamental. E eu vou explicar o porquê. 

Existe um recurso dentro do Google Ads chamado índice de qualidade dos anúncios. Quanto maior o índice de qualidade, mais você vai ranquear no Google. Mais os seus anúncios vão aparecer e menos você pagará em suas campanhas. 

CONTEÚDO COMPLEMENTAR: Índice de Qualidade de Anúncios no Google Ads – O que é e como funciona? 

Um dos itens que ajudam a compor um excelente índice de qualidade é o site que está sendo anunciado. Como muitos afiliados não possuem site próprio e precisam levar o usuário que clicou no anúncio direto para a página do produtor, não é possível fazer as modificações necessárias para torná-lo um ótimo site e aumentar o índice de qualidade. 

E isso é péssimo. Anunciar no Google Ads nessas condições é basicamente como jogar dinheiro fora. 

Com um cenário desses, só é possível ter retorno financeiro com anúncios no Google Ads caso você construa uma campanha muito bem feita, para fim de funil, para acertar diretamente as pessoas que vão comprar o produto ou serviço. E isso, nem preciso dizer, é uma tarefa extremamente desafiadora. 

Esses são os dois principais motivos pelos quais eu não recomendo o Google Ads para afiliados. E sendo extremamente honesto com você, afiliado, eu não acho que vale a pena anunciar no Google Ads caso você se enquadre nesses dois pontos. 

São pilares relevantes para os anúncios do Google. E o seu dinheiro é muito importante para ser jogado fora assim. 

Quando um afiliado pode anunciar no Google Ads?

Mas, Adriano, então um afiliado nunca poderá anunciar no Google? 

Não é isso. Os pontos que citei anteriormente são os mais importantes para você levar em consideração na hora de anunciar no Google, caso seja afiliado. Se você não vende um produto que esteja dentro das políticas do Google e não possui um site próprio, será difícil atingir bons resultados e número de vendas expressivo. 

Mas nem todo afiliado se encontra dentro desse contexto. Existem profissionais que trabalham com estrutura própria. Que conseguem vender produtos ou serviços de produtores com regras mais flexíveis. E, claro, produtos e serviços que entregam transparência e resultados efetivos para seus consumidores. 

Nesses casos, não há problema algum em usar o Google Ads para afiliados. A ferramenta, inclusive, pode te ajudar, e muito!, a obter os número de vendas desejado. 

 

Conclusão

O Google Ads é uma plataforma que permite a criação de campanhas e anúncios para vendas online. Não é direcionada à profissionais, produtos ou serviços específicos. Se você quer vender algo que é buscado no Google, que as pessoas desejam comprar e que é permitido vender dentro das políticas do Google Ads, você pode e deve anunciar. 

Porém, para o mercado de afiliados, é importante se atentar à alguns pontos antes de entrar nesse jogo. Isso porque as políticas do Google podem ser bem rígidas com produtos que geralmente são comuns à esse nicho — que acaba por fazer ofertas que são boas demais para serem críveis. 

Esse tipo de anúncio que oferece ao consumidor um objetivo que pode até ser possível, mas que é pouco provável (por exemplo, emagrecer 10kg em 1 semana) pode ser visto como conteúdo enganoso pelo Google. Portanto, antes de anunciar, tenha certeza de que está trabalhando com produtos ou serviços que entregam resultados efetivos e crie anúncios transparentes e honestos para o público.

Outro ponto que pode não ser favorável aos afiliados é a falta de um site próprio. Nesse caso, direcionar o usuário que clicou em um anúncio para o site do produtor pode baixar o índice de qualidade da sua campanha. E isso faz com que o seu anúncio não seja bem ranqueado, além de te fazer gastar mais no Google Ads. 

Espero que esse conteúdo tenha deixado respondido à sua pergunta sobre o Google Ads funcionar ou não para afiliados. Se quiser ver ainda mais conteúdos valiosos sobre o Google Ads, visite o meu canal do YouTube. Lá você poderá tirar outras dúvidas sobre essa máquina de vendas. Ótimos insights! 

Assista a um vídeo completo sobre “Google Ads para afiliados: funciona?”


Adriano Gianini
Adriano Gianini

Adriano Gianini é Consultor, Professor, Palestrante e Especialista em Marketing Digital há 10 anos. É também especialista em Tráfego e Conversão, Google Ads, Facebook Ads, Inbound Marketing, Métricas, BI e Negócios.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.