Você, que possui uma loja física ou online, está preparado para vender mais na Black Friday 2019? No ano passado, este evento movimentou R$2,6 bilhões só aqui no Brasil. 

Se a sua resposta para a pergunta acima é não, você deveria entrar em estado de alerta agora mesmo. De acordo com informações oficiais do Google, o número estimado de consumidores que devem fazer sua primeira compra online nesta Black Friday de 2019 é de mais de oito milhões. 

A Black Friday é uma grande porta de entrada de novos consumidores. São poucas as chances de uma dessas vendas não ser da sua empresa, certo?

Quer mais argumentos para ser convencido de que essa é uma grande oportunidade de aumentar as vendas da sua empresa? E aprender a traçar as melhores estratégias para vender mais na Black Friday, este evento anual tão esperado por empresas e consumidores?

Então esse artigo é para você. Aqui, reúno todas as principais informações divulgadas pelo Google no evento de Black Friday que eles realizaram com alguns influenciadores em Outubro deste ano — e que eu tive a imensa honra de participar para aprender mais sobre vendas online e compartilhar todo o conhecimento com vocês. 

Ao fim dessa leitura, você encontrará dados relevantes sobre o comportamento de compra dos usuários em ambiente online, o que é esperado para as vendas da Black Friday deste ano e como preparar a sua própria estratégia para que a sua empresa obtenha sucesso nesse movimento. 

Boa leitura e ótimas vendas!

 

POR QUE A SUA EMPRESA DEVE CRIAR UMA ESTRATÉGIA PARA A BLACK FRIDAY

De acordo com o Google, os números estimados para a Black Friday de 2019 são extremamente promissores. São muitas as informações compartilhadas por eles durante o evento que mencionei. Vou tentar sintetizar todas aqui para você entender como a Black Friday deste ano tem tudo para fazer com que as suas vendas aumentem.

Novos consumidores online 

Neste ano, são esperados alguns milhões de novos consumidores que irão realizar sua primeira compra em ambiente online — são mais de oito milhões, para ser mais específico. 

vender mais na Black Friday
Evento oficial do Google sobre a Black Friday (Reprodução/Adriano Gianini)

A informação dá margem para que a sua empresa trabalhe ainda mais na sua presença digital e online. Com a entrada de novos consumidores no mercado, é preciso que a sua estratégia de marca esteja bem construída. 

Caso esses novos consumidores entrem em contato com a sua empresa no ambiente online com o que ela tem a oferecer hoje, eles serão cativados? Você está entregando uma boa experiência para os seus futuros clientes? 

Aproveite essa informação para rever a forma como você está impactando novos usuários que chegam ao seu site, por exemplo. Se você não faz a menor ideia de como fazer isso, sugiro que você assista a essa playlist de vídeos em que ensino a preparar o seu site para vender mais na Black Friday — e em todas as outras épocas do ano.

Crescimento de categorias com intenção de compra

Nos últimos anos, as categorias de produtos mais procuradas por consumidores durante a Black Friday eram as seguintes: 

  • Smartphone 
  • Eletrodomésticos 
  • Moda e beleza

Ou seja, nos últimos anos, se uma loja de varejo vendesse produtos de alguma das categorias mencionadas, ela tinha grandes chances de realizar inúmeras vendas durante a Black Friday. 

Para 2019, no entanto, as expectativas são outras. 87% dos consumidores pretendem comprar em mais de uma categoria de produtos nesta Black Friday. E se você está se perguntando quais são as principais delas, trago boas notícias: espera-se que todas as categorias de produtos tenham um volume de vendas parecido neste ano. 

O dado é uma projeção de uma pesquisa do Google realizada com os consumidores. Para 2019, espera-se que outras categorias cresçam suas porcentagens de intenção de compra, quando comparadas ao ano de 2018. 

Categorias com maior crescimento de intenção de compra (2019 x 2018)

  • Veículos (300%)
  • Plano de celular (250%)
  • Serviços financeiros (200%) 
  • Imóveis (200%) 
  • Bebida não-alcoólica (200%)
  • Alimentos (150%)
  • Cursos (133%) 
vender mais na Black Friday
Evento oficial do Google sobre a Black Friday (Reprodução/Adriano Gianini)

Conclusão: se você é daquelas pessoas que acham que a Black Friday não é o momento ideal para vender o seu produto ou serviço, porque aparentemente ele não combina com o evento, recomendo fortemente que você reveja a sua posição. Esse é o momento ideal de expandir as suas vendas —  e por que não a sua cartela de produtos?

Quanto o consumidor espera gastar, em média, na Black Friday 2019?

Os consumidores esperam gastar, em média, o valor de R$1330 na Black Friday. Se você junta essa informação com todas as anteriores, é possível perceber que a sua oportunidade de venda neste evento anual é muito grande. 

Com o aumento da intenção de compra entre as categorias de produtos e serviços e um alto valor médio que o consumidor espera gastar nessa Black Friday, existe uma grande oportunidade de venda. 

É preciso definir uma estratégia certa para o seu negócio (e vamos falar mais sobre isso daqui a pouco), mas tenha em mente que esse valor é uma média do que as pessoas estão dispostas a gastar. Claro, vai ter gente que vai gastar muito mais e outras pessoas que vão gastar bem menos. 

Analise os preços dos seus produtos ou serviços e veja onde a sua empresa se encaixa nesse valor médio. Para algumas que possuem poucos produtos e de alto valor, esse não é um valor muito bom. Para empresas que possuem muitos produtos, entre faixas de preços diversas, essa informação é extremamente relevante.

Tem dinheiro na mesa e uma ótima oportunidade de vendas.

Crescimento das buscas por “promoção/ofertas de hoje” no Google

Se você anuncia no Google, já deve ter uma boa ideia de quais termos ou palavras-chave a sua audiência procura no site de pesquisa e que estejam relacionados ao seu produto ou serviço. 

Então adicione mais essa informação à sua inteligência de dados: a busca por palavras como “promoção de hoje” ou “ofertas”, acompanhadas do nome de uma loja, cresceram 74x mais no Google. 

Esses dados, é claro, foram levantados ao longo do ano pela empresa. E funcionam como ótimos insights não apenas para a Black Friday, mas para todos os outros momentos da sua estratégia de vendas. 

Inclusive, a sua campanha no Google Ads para Novembro pode ser totalmente orientada a isso. Use termos como: 

  • “Promoção de hoje Black Friday”
  • “Promoção de ofertas”
  • “Promoção de X”
  • “Oferta de Y”

E por aí vai.

Lembre-se: os termos acima devem estar acompanhados de um nome de produto, serviço ou loja. Essa pode ser uma ótima forma de alavancar as suas vendas. 

 

COMO CONSTRUIR UMA ESTRATÉGIA PARA VENDER MAIS NA BLACK FRIDAY

Pensar na Black Friday com um viés estratégico é extremamente importante. Afinal, é nesse momento em que você decide quais são as suas armas para atrair mais clientes e convertê-los.

Para ajudar nesse processo, separei cinco informações oficiais do Google que vão te ajudar a decidir quais são essas armas. Cada um dos tópicos abaixo tem um potencial estratégico enorme — use aqueles que você acredita que sejam os melhores para atrair vendas para o seu tipo de negócio. 

1. Tenha uma estratégia de vendas para o seu app

Você sabia que 28% dos e-shoppers brasileiros (consumidores brasileiros que fazem compras online) possuem o app do seu varejista favorito instalado em seus aparelhos eletrônicos? 

Essa informação dá margem para você repensar muita coisa na sua abordagem de vendas — e não só durante a Black Friday. 

O aplicativo de um varejista é o lugar ideal para criar uma relação a mais com o seus consumidores. É o local onde você pode oferecer condições especiais para compras que sejam feitas pelo app, por exemplo, entre outras exclusividades direcionadas apenas aos usuários da ferramenta — o que pode ser uma ótima estratégia para a Black Friday. 

vender mais na Black Friday
Evento oficial do Google sobre a Black Friday (Reprodução/Adriano Gianini)

Mas para que ela dê certo, é preciso que a sua empresa esteja preparada para continuar o relacionamento após o evento. É aquela coisa: não adianta dar atenção para os seus consumidores apenas quando você quer empurrar seus produtos para venda. 

Se você fez com que o usuário baixasse o seu app, continue a entregar valor com ele para evitar as altas taxas de desinstalação após a Black Friday. Assim, não terá valido muita coisa usar essa estratégia se você não conseguiu manter os clientes fidelizados no pós-venda. 

Uma coisa é inegável: a Black Friday é definitivamente um ótimo momento para alavancar o app da sua empresa.

2. Tenha um plano de vendas para o longo prazo

Ainda segundo pesquisas do Google, 76% dos consumidores entendem que a Black Friday é mais do que quinta e sexta.

Ou seja, aquela urgência de realizar a compra na sexta-feira, de passar perrengue para ser um dos primeiros a entrar nas lojas físicas e online para conseguir descontos, não é mais tão importante assim.

Se você vai construir uma boa estratégia de Black Friday, pense no longo prazo. Como as suas ofertas vão se desdobrar durante a semana? E durante o mês? 

Consumidores esperam bons preços para produtos e serviços também em momentos chamados de “Black Week” e até “Black November”. 

Esteja pronto para ofertar o seu produto ou serviço também nestas épocas da Black Friday.

3. Seja capaz de realizar vendas a qualquer hora

Um dos grande benefícios de ter uma loja online é que ela não possui horário de abertura e nem de encerramento das atividades. O seu usuário pode comprar o seu produto quando ele bem entender, diferente das lojas físicas em que ele fica sujeito ao horário de funcionamento do estabelecimento. 

Corroborando essa linha de raciocínio, o Google levantou o seguinte dado: 8 em cada 10 pessoas acreditam que pela internet não existe horário comercial.

Portanto, preste atenção em como você vai criar os seus anúncios durante a Black Friday. O que eu quero dizer é o seguinte: se você possui uma loja online, não há o menor problema em deixar o seu anúncio no Google, por exemplo, rodando 24h. 

Mas se você possui um local físico e decidiu anunciar as suas ofertas de Black Friday no Google, não use essa mesma estratégia. Se o seu estabelecimento comercial não funciona em determinado horário, economize dinheiro anunciando apenas nos horários em que o cliente poderá, de fato, conseguir comprar de você. 

Leve essa dica para todas as vezes em que você for anunciar no Google Ads. Neste vídeo, eu explico ainda mais quais são as consequências de anunciar 24h por dia.

Já vou adiantar uma coisa: com essa dica, você pode economizar muito a sua verba de investimento no Google Ads. 

4. Seja hiperconveniente e quebre as objeções de compra

Você sabe o que é hiperconveniência? 

Vou dar um exemplo prático: imagine que você usou um aplicativo de delivery de comidas para solicitar uma refeição. A sua experiência ao fazer o pedido e recebê-lo em sua residência foi simplesmente incrível porque o serviço oferecido pelo app é hiperconveniente, ou seja, atende a todas as suas demandas e expectativas. 

Quando um consumidor entra em contato com essa hiperconveniência, ele espera encontrá-la em todos os outros produtos ou serviços que consumir dali para a frente. E isso, é claro, é o que diferencia os concorrentes entre si. 

Portanto, fique ligado nos principais aspectos da hiper conveniência para entregar o máximo possível de valor para os seus consumidores na Black Friday. Veja como fazer isso abaixo.

vender mais na Black Friday
Evento oficial do Google sobre a Black Friday (Reprodução/Adriano Gianini)

Prepare-se para ser encontrado nas pesquisas dos consumidores 

79% dos consumidores sempre fazem uma pesquisa antes de comprar. Para alguns produtos, a pesquisa começa até mesmo antes da compra. Tenha todo o conteúdo necessário disponível para possíveis clientes que queiram se informar melhor sobre o que você oferece. Os atributos de marca mais considerados pelos consumidores: 

    • Confiança 
    • Boa reputação 
    • Ótimo atendimento 
    • Fácil de comprar
    • Conhecida
    • One-stop shop (loja em que se encontra tudo o que precisa) 

Você transmite esses atributos para a sua audiência? Essa experiência está acessível para o seu público? 

5. Invista nas vendas online

8 em cada 10 clientes acreditam que pela internet não existe horário comercial; eles compram quando podem ou precisam. 

Aqui, vou ressaltar o que eu disse acima: não faça anúncios 24 horas se o seu estabelecimento não funciona nesse horário. As buscas por “aberto agora” cresceram 6x nos últimos dois anos. E se esse for o seu caso, considere também a ideia de começar a vender pela internet. 

Mais de 60% dos consumidores declaram preferir a compra online porque acreditam que economizam em tudo: tempo, deslocamento, estacionamento e o preço do produto, que é mais barato. 

7 em cada 10 consumidores concordam que o valor do frete é a maior razão de desistir de comprar online. 

A sua estratégia, portanto, deve cobrir todos os pontos acima: tenha um bom processo de vendas online. E em todos os canais. Black Friday é o momento de ser multicanal. O tipo de loja em que o consumidor deseja realizar compras na Black Friday tem mudado ao longo dos anos. 

Em 2019, as intenções são de 37% em loja física; 38% pela internet e 25% em ambas. Retirar na loja é a bola da vez da omnicanalidade. Isso porque as pessoas não querem, principalmente, pagar frete ou esperar pela entrega do produto. Se você possui uma loja, reforce o seu ponto físico como uma fortaleza para retirada e troca. 

Ofereça benefícios aos seus clientes na Black Friday

Uma das formas de se destacar da concorrência durante o evento é oferecendo benefícios junto à compra para os seus consumidores. O que você pode entregar de forma diferente entre os itens abaixo?

  • Condições de pagamento/Parcelamentos especiais 
  • Cupons de desconto 
  • Retirada em loja para compras online
  • Cashback
  • Serviços de assinatura 
  • Pontos de programa de fidelidade

Tenha em mente de que os itens acima serão mais do que esperados pelos consumidores nessa Black Friday. A sua estratégia ainda deve ir além — e será exatamente isso o que vai diferenciar as suas ofertas das concorrentes.  

vender mais na Black Friday
Evento oficial do Google sobre a Black Friday (Reprodução/Adriano Gianini)

Conclusão

A Black Friday é uma grande oportunidade de alavancar as vendas da sua empresa. Os números que constam nas pesquisas do Google já estão cantando a bola: novos consumidores vão entrar no mercado e é hora da sua empresa se posicionar com uma ótima estratégia para esse período intenso de vendas. 

Neste artigo, transformei cada um dos dados compartilhados no evento oficial do Google, que podem ser usados para construir uma estratégia para a sua empresa nessa Black Friday. Ainda dá tempo de preparar e definir um planejamento de vendas para o dia 29 de Novembro (data da Black Friday). 

Deixe suas dúvidas ou comentários sobre o assunto! Vamos bater um papo! Ótimos insights e vendas! 

Assista abaixo a playlist completa de vídeos sobre a Black Friday. 


Adriano Gianini
Adriano Gianini

Adriano Gianini é Consultor, Professor, Palestrante e Especialista em Marketing Digital há 10 anos. É também especialista em Tráfego e Conversão, Google Ads, Facebook Ads, Inbound Marketing, Métricas, BI e Negócios.

Deixe uma resposta

Seu email não será publicado.

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.