Share on whatsapp
Share on facebook
Share on email
Share on telegram
Share on linkedin
Share on twitter
Share on tumblr

Certamente você já ouviu falar ou já assistiu a filmes com a temática de Machine Learning ou Inteligência Artificial.

Mas o que é, exatamente, Inteligência Artificial? É uma área da ciência da computação. Ela tem como objetivo criar dispositivos que tenham habilidade de simular a capacidade humana de raciocinar, perceber, aprender, tomar decisões e solucionar problemas.

De forma mais simples, ela cria máquinas e dispositivos que sejam inteligentes. Chamamos isso de Machine Learning, em português, aprendizado de máquina.

Até parece algo meio futurista, não é mesmo? Mas não é. O futuro é agora, a Inteligência Artificial já é real, está presente em diversos aspectos das nossas vidas e vêm mudando nossas rotinas.

Exemplo prático: se você tem uma conta na Netflix, já reparou que as indicações de filmes e séries estão sempre relacionadas com os temas de conteúdo pelos quais você já se interessou? Não é mágica, é Inteligência Artificial. Com ela, é possível identificar quais são os conteúdos mais relevantes para cada um dos usuários da plataforma. Isso melhora a experiência do usuário e seu relacionamento com a empresa.

E será que o Machine Learning influencia o Marketing Digital? Totalmente! Se você anuncia no Google Ads – que é a plataforma que mais traz resultados para as estratégias de Marketing Digital – provavelmente já sabe disso. É através da inteligência artificial da plataforma, por exemplo,  que você consegue ter acesso às informações comportamentais e identificar interesses do seu público-alvo, além de automatizar suas campanhas e anúncios.

Com tal inteligência e dados adquiridos, é possível criar e investir em conteúdos personalizados e direcionados para o seu público. Além disso, o Machine Learning no Google Ads também aumenta as suas possibilidades de conversão, ou seja, de gerar mais vendas, por conta do aprendizado de máquina. 

Com o tempo, a inteligência adquirida pelo Google Ads faz com que ele saiba exatamente quais usuários possuem a maior chance de clicar e converter nos seus anúncios. Sim, o Google Ads tem esse nível de poder para te ajudar a vender na internet.

Prossiga essa leitura para entender mais sobre como o Machine Learning pode influenciar diretamente nas suas campanhas e resultados do Google Ads.

 

O QUE É MACHINE LEARNING?

De maneira simples, vamos entender o que significa Machine Learning. Numa tradução livre, significa aprendizado de máquina. No fundo, nós estamos falando de inteligência artificial.

Imagine que, em algum momento da sua vida, você decidiu criar uma campanha no Google Ads. Como todas as pessoas normais, você enfrentou desafios. A sua conta gastava muito dinheiro, você não conseguia fazer um anúncio chamar atenção. Mas você foi obtendo experiência, e quanto mais você aprendia, mais conseguia definir melhores palavras-chave e criar anúncios que recebiam mais cliques.

Ainda assim, tinha um grande desafio: fazer os seus anúncios converterem. Seja em pedidos de orçamento, em solicitações de contato ou em vendas diretas. Só que você não desistiu. Continuou aprendendo e aprendendo. Quanto mais você aprendia, mais conseguia fazer suas campanhas receberem conversão.

Como se isso não fosse bom o bastante, você continuou aprendendo até que suas campanhas passaram a receber muitas conversões. Essa é a realidade de muitas pessoas que já alcançaram uma maturidade anunciando no Google Ads.

Você começa cheio de desafios, aprende, erra aqui e ali, mas em algum momento, você acerta a mão. Você entende quais são as melhores palavras-chave, quais são os melhores anúncios, os melhores títulos, como otimizar página e suas campanhas começam a performar, performar e performar!

Qual foi a grande sacada que te levou a atingir os seus objetivos de campanha? Eu te conto: você entendeu e absorveu alguns dados primordiais. Vou dar exemplos de alguns deles.

INTELIGÊNCIA DE CAMPANHAS NO GOOGLE ADS

  • Entendeu qual o comportamento do seu usuário;
  • Entendeu qual dia da semana ele compra mais;
  • Entendeu que, em determinado horário, não vale a pena manter uma campanha no ar;
  • Aprendeu que a maioria dos visitantes vêm do dispositivo móvel.

Eu estou falando de inteligência, percebe? Você consome os dados relacionados às suas campanhas, aprende com eles e se torna mais inteligente. O ser humano tem essa capacidade de aprender e melhorar.

Você poderia imaginar que seria possível uma tecnologia passar por esse processo de aprendizagem que você passou, para que suas campanhas pudessem melhorar? Isso é o Machine Learning!

E por que ele existe? E, principalmente, por que ele vai mudar completamente a forma como você cria suas campanhas?

Confira no decorrer dos tópicos abaixo.

 

GOOGLE ADS E MACHINE LEARNING

Você consegue entender como é importante utilizar o Machine Learning no Google Ads?

Vamos lá… Durante muito tempo, o grande desafio inicial para quem estava iniciando campanhas no Google Ads, era a definição das palavras-chave, saber quais convertiam mais. A estratégia mais utilizada era CPC Manual, que faz com que você apareça em todos os lances, mesmo sem a possibilidade de conversão. 

Com um pouco mais de experiência, você entende que apenas definir boas palavras-chave não é o suficiente. É preciso uma série de informações e estratégias que possam contribuir para a conversão. Você precisa entender quem é o seu público. Quais os hábitos dele. Qual a idade. O que o atrai. E por aí vai.

Coletar todos esses dados é possível graças a evolução do Machine Learning. Agora, não importa apenas saber definir palavras-chave e estar  com o seu anúncio no primeiro lugar para um público errado. 

Além da boa colocação, as empresas precisam atingir os consumidores que realmente possuem potencial de compra. Ou seja, não basta estar no topo dos resultados, tem que estar em primeiro lugar para o público certo e aparecer nos locais da internet que ele acessa.

PRATICIDADE NA ANÁLISE DE INFORMAÇÕES

Juntar essa quantidade de informações necessária, cruzar dados, gerar relatórios exatos, são coisas que o ser humano não consegue fazer de forma prática. Se conseguir, será absurdamente demorado e nada ágil. Já o Google, com o aprendizado de máquina avançado – o famoso Machine Learning – consegue aprender o tempo todo enquanto a suas campanhas estão rodando.

Agora chegamos ao ponto da questão: Por que o Machine Learning é primordial para o Google Ads? Por que está em constante processo de melhoramento?

Porque é através dessa inteligência artificial que o Google consegue captar informações importantes e transformar em dados. De maneira mais clara: o Google aprende sobre o seu público-alvo e te entrega relatórios mostrando tudo o que você precisa saber sobre ele. Assim, você pode utilizar essas informações para criar anúncios certeiros.

Uma estratégia bem importante, que exemplifica bem o Machine Learning no Google Ads, são os lances inteligentes. Mas isso fica para o tópico seguinte.

 

MACHINE LEARNING E LANCES INTELIGENTES

Você deve estar se perguntando o que são esses lances inteligentes e o que isso tem a ver com o Machine Learning.

Se você ainda cria campanhas com lances manuais – CPC manual por exemplo –, já imaginou como seria fantástico se pudesse sair de uma busca na qual o usuário não vai comprar de você? Você economizaria o valor daquele clique e investiria em alguém que realmente pudesse comprar o seu produto ou serviço.

Isso seria um sonho, não é mesmo? Se eu sei que o usuário não tem intenção de converter, não faz sentido o meu anúncio aparecer para ele.

E aí vai a grande novidade: você pode fazer essa segmentação através dos algoritmos dos lances inteligentes. Os lances inteligentes são responsáveis por fazer análises, não só das palavras-chave, mas sim de todo o contexto de compra de um usuário.

Ele analisa todas as informações fundamentais já citadas anteriormente: interesses, comportamentos, horários e os demais dados do seu público. Ele usa o contexto do usuário para calcular a probabilidade de conversão e, consequentemente, direciona os seus anúncios para a audiência que apresenta possibilidades de realizar uma compra.

GUIA DE LANCES INTELIGENTES: CONHEÇA CADA UM DELES

 

POR QUE USAR LANCES INTELIGENTES NO MACHINE LEARNING?

Agora que você já se contextualizou sobre o que são os lances inteligentes. Vou citar algumas vantagens de utilizar essa estratégia.

  • Otimização dos resultados: com a inteligência artificial do Google e utilização dos lances inteligentes, você consegue criar campanhas mais assertivas. Em consequência disso, passará a vender mais, gerar mais leads, mais ligações, entre outros.
  • Tempo: quando os seus lances são feitos manualmente, isso consome muito do seu tempo, já que é necessário realizar ajustes frequentemente. Tempo é algo muito precioso, ainda mais no mundo dos negócios. A quantas outras demandas você não poderia se dedicar se não fizesse lances manuais? Os lances inteligentes facilitam nesse quesito.
  • Inteligência e performance: com essa inteligência, o Google entende quem, de fato, são os meus clientes e quais são seus comportamentos que precedem a compra. Com os lances inteligentes, você conseguirá uma performance que não conseguiria com lances manuais. Desta forma, se sentirá mais confiante para investir cada vez mais. 

QUANDO NÃO USAR LANCES INTELIGENTES?

Como visto acima, usar a estratégia de lance inteligente pode trazer muitos benefícios para a sua empresa. No entanto, existem situações em que essa estratégia pode não ser útil para o seu negócio. E quando isso acontece? Acompanhe para entender.

Primeiro: quando há limites de verba. É muito comum gastar um pouco mais quando você migra para lances inteligentes, especialmente se você fizer essa migração cedo demais. O Google recomenda ir para essa estratégia com apenas 15 conversões. Pela minha experiência, eu não indico. Por que? A chance do Google gastar mais com 15 conversões é muito maior do que com 30, por exemplo.

Antigamente o pagamento tinha que ser antecipado. Porém, hoje em dia, o Google habilita uma opção de pagamento após a conversão, caso você tenha um histórico de 100 conversões no mês. E isso é incrível. O Google assume o risco de só receber quando gerar uma conversão. E esse é um dos motivos para não migrar para lances inteligentes precocemente.

Segundo: quando a sua campanha não é focada em conversão. Por exemplo, se você criou uma campanha somente para atrair tráfego, sem nenhum objetivo de conversão ou gerar leads, não é necessário lances inteligentes. Nesse caso, você pode manter o controle através de lances manuais, com negativações de palavras e otimizações.

Terceiro e último cenário: são situações emergenciais. Quando o cliente precisa de um produto ou serviço rápido e ágil. Vou dar um exemplo de uma desentupidora. Quem busca esse serviço só quer ligar, achar alguém que resolva o problema e pronto. Não existe razão para grandes otimizações, você só precisa aparecer nos primeiros resultados.

 

CONCLUSÃO

Como você percebeu ao longo deste artigo, a inteligência artificial está cada vez mais presente na nossa rotina e nas ações de Marketing Digital. É uma tecnologia que está em constante aprimoramento.

No universo de estratégias online, a utilização do Machine Learning é muito promissora. Unindo essa inteligência com plataformas como Google Ads, Google Analytics e outras ferramentas de análises, é possível criar campanhas altamente direcionadas para uma audiência com alto índice de conversão, impossíveis de serem criadas com lances manuais.

Espero que com este texto, você tenha compreendido a importância de utilizar o Machine Learning nas suas ações do Google Ads. Saber implementar lances inteligentes, é uma estratégia essencial para quase todos – há exceções – aqueles que desejam aumentar os seus resultados e se manter competitivo.

Você ainda tem dúvidas sobre o tema abordado? Deixe seu comentário abaixo. Ficarei feliz em poder ajudá-lo. 

Adriano Gianini

Adriano Gianini

Adriano Gianini é um dos Maiores Especialistas e Produtores de Conteúdo sobre Google Ads no Brasil. Seu canal do YouTube oferece conteúdos gratuitos que têm ajudado milhares de pessoas a anunciarem no Google de forma inteligente. Acredita que Marketing é uma construção e que, por isso, toda empresa bem direcionada pode traçar uma estratégia de vendas campeã no Google.

Aprofunde seu conhecimento com os artigos abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mensagem enviada com sucesso!

Logo retornaremos o seu contato.