REMARKETING GOOGLE ADS: 5 ESTRATÉGIAS PARA VENDER MAIS

Compartilhar no whatsapp
Compartilhar no facebook
Compartilhar no email
Compartilhar no telegram
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no twitter
Compartilhar no tumblr

Você já ouviu falar em remarketing Google Ads? Sabe como essa estratégia pode ajudar a sua empresa a crescer muito mais na internet e escalar suas vendas?

Se você é empreendedor, precisa pensar de maneira estratégica para buscar melhores resultados para o seu negócio. Porém, infelizmente, muitos empresários acabam perdendo inúmeras vendas por não investirem em remarketing.

Isso porque, na maioria das vezes, um usuário não compra o seu produto ou serviço na primeira vez em que acessa o seu site. Inclusive, somente cerca de 1 a 3% das pessoas compram de primeira

E o que isso tem a ver com remarketing? Remarketing é exatamente a estratégia usada para impactar as pessoas que já tiveram contato com a sua empresa: já acessaram o site, ou já baixaram um material, ou adicionaram produtos no carrinho e assim por diante. 

Quando uma empresa não tem estratégias para atrair esses clientes que tiveram algum contato com a marca: estão perdendo grandes oportunidades de vendas. 

Não é porque uma pessoa não comprou o seu produto ou serviço logo no primeiro acesso, que ela não tenha interesse em comprar de você em outro momento. Muitas vezes, os consumidores precisam pensar ou fazer comparações com outras empresas para que finalmente cheguem ao momento de decisão de compra. 

No entanto, não basta apenas criar uma campanha de remarketing de qualquer jeito e esperar suas vendas aumentarem por conta disso. 

É necessário compreender quais são as melhores estratégias de remarketing no Google Ads e quais atendem as necessidades do seu negócio. 

Lembre-se: todo o Marketing Digital deve ser aplicado de maneira estratégica, afinal, estamos falando de investimento em dinheiro. As estratégias são a base de empresas que vendem muito na internet. 

Neste artigo  você vai compreender melhor o que é remarketing Google Ads e ainda vai conferir as 5 estratégias para escalar suas vendas e que vão te ajudar a vender todos os dias na internet. Vamos lá!

O QUE É REMARKETING?

Para saber quais são as estratégias de remarketing que poderão escalar as suas vendas, antes é importante que você entenda exatamente do que se trata. 

De maneira simples, o remarketing tem o objetivo de mostrar publicidade (como anúncios ou e-mails, por exemplo) para impactar novamente as pessoas que tiveram algum tipo de interação online com a marca, como: visitar o site, colocar produtos no carrinho, baixar algum material e assim por diante. 

Quando elas saem da página sem efetuar uma compra, o remarketing vai atingi-las com anúncios relevantes sobre o seu negócio, para que elas voltem para o seu site. 

Por exemplo, imagine que eu quero comprar um iPhone 11. Então entro no site da Apple  mas ainda não comprei, pois quero fazer algumas pesquisas antes. Ao acessar outros sites, eu posso me deparar com anúncios da loja da Apple mostrando o modelo de iPhone e ainda divulgando um desconto. Isso pode ser o suficiente para que eu volte para o site e compre.  

Mas não são todos os sites que poderão mostrar este anúncio, apenas os sites parceiros do Google podem fazer isso. Ou seja, os que aceitam que o Google mostre anúncios. São muitos os sites parceiros do Google. 

O remarketing é uma estratégia muito poderosa de Marketing Digital. Ele faz com que potenciais clientes, mesmo depois de saírem do seu site, visualizem a sua marca. Isso potencializa muito as chances deles voltarem a sua página e comprem de você.  

Vale dizer que muitas pessoas acreditam que uma campanha de remarketing só pode ser criada para Rede de Display e YouTube. Porém, isso não é verdade. Também é possível investir em remarketing para a Rede de Pesquisa. 

Se você ainda tem dúvidas sobre as Rede de publicidade do Google, recomendo esses artigos:

REDES DE PUBLICIDADE DO GOOGLE: O QUE SÃO E COMO FUNCIONAM?

POR QUE FAZER REMARKETING?

O grande objetivo do remarketing é impactar novamente aquelas pessoas que já tiveram contato com a sua empresa (e não realizaram nenhuma ação) e fazer com que elas convertam de alguma forma. 

Investir nesta opção significa não se conformar em perder vendas de potenciais clientes. 

Quando você tem uma campanha bem planejada e estruturada no Google Ads, a possibilidade de levar pessoas até seu site é grande. Uma vez que alguém clica no seu anúncio, é muito provável que tenha interesse no que a sua empresa oferece.

E, se ela não comprou em um primeiro momento, você não deve aceitar a perda dessa oportunidade de venda. Afinal, os consumidores têm o hábito de “dar uma olhada” antes de comprar.  

Portanto, investir em remarketing vai ajudar você a atrair essas pessoas de volta para o seu site e conseguir mais vendas. 

Obviamente, quando você foca em um público que já demonstrou interesse ou curiosidade no que o seu negócio oferece, é muito mais provável que consiga gerar vendas. 

E, como elas já conhecem a sua marca e site, há chances de voltarem quando seu anúncio aparecer e lembrá-las do seu produto ou serviço. 

As pessoas que entraram em seu site e não compraram, continuam navegando  em vários outros sites todos os dias. E, com uma boa campanha de remarketing, você pode atingi-las, conquistá-las e trazê-las de volta. 

Além disso, financeiramente falando, o remarketing é uma estratégia com menor custo. Isso porque, o custo por clique (CPC), dentro dessa estratégia, costuma ser menor se comparado a cliques de pessoas que nunca tiveram contato com a empresa. 

REMARKETING: 5 ESTRATÉGIAS CERTEIRAS

estrategias-de-remarketing-google-ads

Você já sabe o que é remarketing Google Ads e porquê o seu negócio precisa dele. Agora está na hora de conferir quais são as 5 estratégias que podem ajudar a escalar suas vendas e que eu sempre uso. 

1. Abandono de checkout: se fazer presente

Quando uma pessoa chega até a página de finalização de compra (página de pagamento), mas não finaliza. Chamamos isso de abandono de checkout. 

Por que eu devo fazer remarketing para essa pessoa? 

Se ela chegou até a página de finalização da compra, é porque tem o desejo ou necessidade de comprar o que você vende. 

Ela já sabe qual é o produto, adicionou no carrinho (caso seja um e-commerce), sabe qual é o seu preço e assim por diante. Ou seja, ela está interessada no que você oferece. 

Esse é um potencial cliente que, de maneira alguma, você deve perder. O remarketing é mais necessário do que nunca para esse caso. 

A pessoa quer comprar, mas, às vezes, ela precisou fazer outra coisa no momento ou surgiu alguma dúvida que ela quer tirar antes de concluir a compra. Isso quer dizer que ela ainda está no processo de tomada de decisão. Esse é o momento de você se fazer presente na mente dela. 

Criar uma campanha de remarketing Google Ads – ou em outros canais – para pessoas que chegaram até a sua página de checkout é uma estratégia que costuma gerar muitas vendas.

Você só vai precisar ter uma lista de quem acessou a página e criar uma campanha de remarketing para atingir essas pessoas. 

Se você não sabe como criar uma campanha de remarketing ou uma lista, seguem os conteúdos abaixo que vão te ajudar: 

REMARKETING GOOGLE ADS: COMO CRIAR UMA CAMPANHA PASSO A PASSO

REMARKETING GOOGLE ADS: COMO CRIAR LISTAS DE FORMA PRÁTICA E ESTRATÉGICA

2. Abandono de checkout: mudar a motivação

A segunda dica de estratégia de remarketing também é para abandono de checkout. Afinal, esse é um problema comum quando se trata de vendas online e que muitos empreendedores não sabem como solucionar. 

Como eu falei na primeira dica, algumas pessoas ainda estão no processo de tomada de decisão. E, quando você aparece novamente, vai lembrá-la do seu negócio e isso pode influenciar para que conclua a compra. 

Porém, com algumas pessoas não é uma questão de não lembrar de você. Na verdade, ela sentiu que ainda não deve comprar, portanto, precisa de uma motivação para fazer isso. 

Você pode dar essa motivação com o remarketing. Os seus anúncios podem ter títulos, imagens e mensagens diferentes. Por exemplo, em um anúncio você pode falar sobre o problema que você resolve. Em outro, pode citar o que ela ganha se comprar de você. 

Cada pessoa é motivada de uma maneira diferente e, só em testar ofertas diferentes para os seus anúncios, poderá motivá-las para que  comprem de você. 

Outro tipo de motivação, caso seja uma prática do seu negócio e também chame a atenção dos seus potenciais clientes é: dar descontos. Mas, tenha em mente que não são todos os tipos de empresas que devem dar descontos. Se isso pode ser aplicado em seu negócio, tudo bem, você pode aproveitar esse diferencial para chamar a atenção do seu público. 

Por exemplo, imagine que uma pessoa acessou o seu site, saiu sem comprar, viu um anúncio de remarketing, mas mesmo assim não voltou para comprar. Depois, ela vê mais um anúncio, mas, dessa vez, com um cupom de desconto de 15%.

Esse pode ser o incentivo que ela precisava para tomar a decisão de compra. 

3. Abandono de carrinho: oferecer produtos similares

Existem outras pessoas que colocam o produto no carrinho, mas nem sequer chegam até a página de pagamento. Ou seja, elas abandonam o carrinho de compra. 

Por exemplo, a pessoa entrou em uma loja de calçados e adicionou alguns pares de tênis ao carrinho de compra, mas ela não foi para a página de pagamento e saiu do site. 

Essa pessoa está menos interessada em concluir a compra do que a pessoa que chegou até a página de checkout. Porém, o seu nível de interesse pelos produtos pode ser tão alto quanto o da pessoa que foi até a página de pagamento. 

Afinal, pense: por que essa pessoa colocaria todos os produtos no carrinho de compra e depois o abandonaria? 

Pode ser que o potencial cliente só queria fazer uma simulação para ver quanto daria o total da compra, isso faz total sentido. Mas, coloque-se no lugar do seu cliente. 

O motivo da pessoa não concluir a compra pode ser porque ela está em dúvida se compra ou não. Você até pode usar as estratégias 1 e 2 para esse caso. No entanto, tem uma estratégia que eu costumo usar para esse caso que é oferecer produtos similares aos que foram adicionados no carrinho de compra. 

Aproveitando o exemplo dos tênis, a pessoa adicionou alguns modelos no carrinho. Mas, depois, percebeu que não eram esses que ela verdadeiramente queria. O que eu posso fazer é mostrar outras opções de tênis para ela. 

É muito comum que pessoas entrem em sites pensando em comprar um produto ou serviço, mas acabam comprando outro. Isso é normal. Portanto, criar campanhas de remarketing para atingir pessoas que acessaram uma determinada categoria de produto e oferecer outros produtos semelhantes, pode trazer muitas vendas para você. 

4. Visitantes: oferecer novos conteúdos relevantes

Os vídeos que eu disponibilizo no meu canal do YouTube, por exemplo, são conteúdos relevantes para o meu público-alvo. As publicações nas redes sociais e os artigos aqui no blog, também são.

São conteúdos que solucionam uma dor, ou seja, resolvem um problema. Se você chegou até aqui, é porque queria saber mais sobre remarketing no Google Ads. É porque queria saber quais são as estratégias para escalar suas vendas com o remarketing. 

Então, o que eu posso fazer é criar mais conteúdo para você. No caso do meu canal do YouTube, eu posso criar uma campanha de remarketing indicando um vídeo relacionado ao que a pessoa está assistindo. 

Se você tem um e-book, por exemplo, pode criar uma campanha para pessoas que tiveram contato com esse material. 

Você deve criar campanhas para pessoas que tiveram contato com algum conteúdo. Porém, não vai necessariamente pensar em venda. 

Nessa estratégia você vai entregar mais conteúdo de valor. Por que? Para que a pessoa engaje cada vez mais com a sua empresa. Desta forma, fará ela descer o funil de vendas até o momento que estiver pronta para comprar o seu produto ou serviço. 

5. Pessoa que acessou a página inicial e não viu mais nada: oferecer conteúdo

A quinta estratégia de remarketing é quando uma pessoa acessa a página inicial do site, canal do YouTube e assim por diante, e não olha mais nada. Ou seja, não quis visitar outras páginas ou vídeos. 

Muitas vezes esse é um público que não merece os seus esforços de investimento em anúncios. Afinal, a pessoa não teve o interesse em ver outros conteúdos. 

Porém, existe uma outra situação. Às vezes, a pessoa viu tantas opções que ficou confusa. O que você pode fazer para reverter essa situação é oferecer mais conteúdo relevante. 

Claro, não são todos os tipos de negócios que produzem conteúdo. Mas, se você produz, essa é uma excelente estratégia para oferecer uma sequência de conteúdos. 

Por exemplo, imagine que você pesquisou por estratégias de remarketing no meu canal do YouTube e encontrou o vídeo que eu falo sobre o assunto. Porém, não quis assisti-lo naquele momento. Amanhã, quando estiver navegando no YouTube, vai se deparar com outro vídeo, dessa vez, sobre como criar uma campanha de remarketing. 

Isso chama a sua atenção e vai se lembrar que já tinha acessado o meu canal. Depois de alguns dias, você é impactado com outro vídeo e decide assisti-lo. O que eu fiz foi oferecer conteúdo para você, até que estivesse engajado. 

Portanto, se você oferece conteúdo para seu público-alvo, aproveite essa estratégia. Mas, se esse não é o seu caso, eu tenho uma dica extra para dar: foque em branding. 

Você pode criar campanhas de remarketing sem oferta ou conteúdo, basta que elas tenham a sua marca. Isso faz com que o seu negócio fique na mente das pessoas. 

POR QUE A SUA CAMPANHA DE REMARKETING NÃO FUNCIONA?

remarketing-google-ads

Agora que você já sabe quais são as estratégias de remarketing que eu mais uso e indico, saiba que existem alguns erros que deve evitar no momento de criar as suas campanhas. 

O remarketing é muito eficaz em gerar vendas, mas não pense que basta criar uma campanha, configurar um anúncio e esquecê-lo. Se fizer isso, as chances da sua campanha não funcionar serão grandes. 

É necessário que você tenha um bom planejamento da estratégia que vai usar. Também deve ter objetivos claros sobre onde quer chegar e acompanhar os resultados que está gerando. 

Além disso, existe um erro muito comum e que eu frequentemente vejo em campanhas de remarketing: a insistência em anúncios. 

Remarketing não significa insistir até que a pessoa se irrite com o seu anúncio, pelo contrário. Ele serve para que o potencial cliente se lembre da sua marca, produto ou serviço e volte para finalizar uma compra. 

Se você criar uma campanha de remarketing que dura muito tempo, só vai fazer com que essa pessoa queira distância do seu site devido a sua insistência. 

Algumas campanhas chegam a durar 365 dias. Isso significa que a pessoa é impactada durante 1 ano. Depois de tanto tempo vendo anúncios, isso se torna cansativo. Afinal, se essa pessoa quisesse comprar de você, já teria comprado. 

Com o remarketing no Google Ads você pode trazer pessoas de volta para o seu site, desde que isso seja feito de uma maneira estratégica. 

Você deve mostrar às pessoas que visitaram o seu site, que o seu produto ou serviço é a opção ideal para elas. Isso vai ser feito ao criar conteúdo relevante, mudar a motivação da pessoa e assim por diante.

CONCLUSÃO

Com este artigo você aprendeu o que é remarketing Google Ads, por quais motivos deve investir nele, as estratégias que eu recomendo e quais erros deve evitar para que a sua campanha funcione. 

O remarketing é, sem dúvida, uma estratégia que por si só consegue obter bons resultados de conversão. Porém, quando você faz um bom planejamento e pensa estrategicamente, as chances de obter melhores resultados são muito maiores. 

Aproveite as minhas dicas sobre estratégias para escalar as suas vendas e faça testes e mais testes. Quanto mais você testar, mais rápido poderá identificar o que funciona para atingir e conquistar o seu público-alvo. Isso vai fazer com que as pessoas voltem para o seu site e comprem o que você vende. 

Ficou com alguma dúvida sobre remarketing no Google Ads? Deixe o seu comentário abaixo que eu responderei em breve. 

E se você ainda não fez o meu curso gratuito de Google Ads, faça a sua inscrição no formulário abaixo e aproveite essa oportunidade! 

Adriano Gianini

Adriano Gianini

Adriano Gianini é um dos Maiores Especialistas e Produtores de Conteúdo sobre Google Ads no Brasil. Seu canal do YouTube oferece conteúdos gratuitos que têm ajudado milhares de pessoas a anunciarem no Google de forma inteligente. Acredita que Marketing é uma construção e que, por isso, toda empresa bem direcionada pode traçar uma estratégia de vendas campeã no Google.

Aprofunde seu conhecimento com os artigos abaixo:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

Mensagem enviada com sucesso!

Logo retornaremos o seu contato.